Saiba tudo sobre o PIS 2023 e o PASEP 2023

Em decorrência da pandemia de Covid-19, muitos funcionários de empresas privadas aguardam notícias sobre a regularização dos pagamentos do PIS.

Publicidade

O projeto trouxe uma mudança no processo tradicional de pagamento, pois atrasou um ano a publicação das parcelas, no ano de 2020.

O que é PIS PASEP?

O Programa de Integração Social, mais conhecido como PIS 2023, é um abono salarial pago por empresas da categoria privada e recolhido ao Fundo de Amparo ao Trabalhador, conta também destinada à reserva do FGTS e do Seguro Desemprego.

Para ter direito ao subsídio salarial, o trabalhador deve estar inserido na modalidade formal, ou seja, o trabalhador deve possuir carteira de trabalho vinculada à atividade laboral de origem.

Publicidade

Muitas pessoas têm dúvidas sobre a diferença entre PIS e PASEP. Vale ressaltar que ambos são chamados de suplementos salariais e possuem a mesma função. No entanto, o que diferencia o PIS do Pasep é a quem ele se destina.

Enquanto o PIS é destinado aos trabalhadores de empresas privadas, o PASEP é destinado aos servidores públicos. O programa é de responsabilidade da Caixa Econômica Federal, órgão responsável pelo recolhimento do PIS. Confira abaixo mais detalhes e saiba tudo sobre o calendário PIS 2023.

PIS 2023

Embora as datas de distribuição das parcelas ainda não tenham sido divulgadas, as parcelas do PIS 2023 podem agora ser estimado.

Os valores fixados de acordo com a previsão de atualização do salário mínimo para o ano de vencimento devem estar entre R$ 108 (taxa mínima) e R$ 1.302 (taxa máxima). .

Vale ressaltar que a tabela de recolhimento do PIS é baseada em cálculo proporcional ao número de meses trabalhados pelo empregado no ano-base: quanto mais meses trabalhados, maior o valor recebido.

Quem tem direito ao PIS 2023?

Para ter direito ao PIS ano-base 2021, é necessária correspondência com os seguintes requisitos:

  • Possuir cinco anos ou mais de inscrição no PIS/Pasep;
  • Ter exercido alguma atividade, com carteira assinada, por pelo menos 30 dias em 2021;
  • Ter recebido remuneração média de até dois salários mínimos em 2021;
  • Possuir os dados atualizados na RAIS – Relação Anual de Informações Sociais.

PIS; PIS/PASEP 2023/ PIS 2023

O pagamento do PIS é baseado no salário mínimo do ano corrente. Este, por sua vez, é reajustado anualmente pela inflação registrada no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).


Veja também:

Tudo Sobre o cartão Bolsa do Povo em 2023

Todas as mudanças do Auxilio Brasil em 2023


Calendário PIS 2023

MÊS DE NASCIMENTO

RECEBEM A PARTIR DE

RECEBEM ATÉ

JANEIRO

15 DE FEVEREIRO

28 DE DEZEMBRO

FEVEREIRO

15 DE FEVEREIRO

28 DE DEZEMBRO

MARÇO

15 DE MARÇO

28 DE DEZEMBRO

ABRIL

15 DE MARÇO

28 DE DEZEMBRO

MAIO

17 DE ABRIL

28 DE DEZEMBRO

JUNHO

17 DE ABRIL

28 DE DEZEMBRO

JULHO

15 DE MAIO

28 DE DEZEMBRO

AGOSTO

15 DE MAIO

28 DE DEZEMBRO

SETEMBRO

15 DE JUNHO

28 DE DEZEMBRO

OUTUBRO

15 DE JUNHO

28 DE DEZEMBRO

NOVEMBRO

17 DE JULHO

28 DE DEZEMBRO

DEZEMBRO

17 DE JULHO

28 DE DEZEMBRO

O calendário do PIS 2023 começa em 15 de fevereiro e pode ser pago até 28 de dezembro para aqueles que foram empregados e cumpriram os requisitos.

Estima-se que 23,6 milhões de trabalhadores receberão o bônus em 2023. O custo total é de R$ 24,4 bilhões.

O pagamento do PIS leva em consideração conta o mês de nascimento. Já o Pasep é considerado o último dígito do número de inscrição no programa.

Depois que o dinheiro estiver na conta, o PIS pode ser sacado:

  • Nas Casas Lotéricas e nos Correspondentes CAIXA Aqui – utilizando o Cartão Social e senha;
  • Em agência da CAIXA, apresentando o número do PIS e um documento oficial de identificação;
  • Nos caixas eletrônicos.

Como consultar do PIS 2023

Para saber a disponibilidade do dinheiro, o beneficiário deve acessar os seguintes canais da Caixa Econômica Federal:

  • Site da Caixa
  • Telefone de atendimento da Caixa: 0800 726 0207
  • Aplicativo do Caixa Trabalhador
  • Através do aplicativo da Carteira de Trabalho Digital ou número 158 do Alô Trabalhador também é possível ter acesso às informações do programa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!